Como Calcular o Custo do Seu Trabalho

0
253
alt=
capa

Cálculo de custo – Uma pergunta que muitas artesãs fazem: por quanto devo cobrar os meus trabalhos de artesanato?

Cálculo de Custo

Realmente é muito difícil de responder porque muitos fatores devem ser levados em consideração, a quantidade de material utilizado, a qualidade do material utilizado, o nível de dificuldade, o tempo gasto na produção, a qualidade do acabamento, a propriedade intelectual. Enfim, são muitos fatores.

QUANTO DEVO COBRAR PELO MEU TRABALHO DE ARTESANATO?

Alguns desses itens citados acima também variam de artesã para artesã, por exemplo:

  1. O tempo de produção: tem artesãs que tem mais agilidade e vai produzir uma peça em bem menos tempo do que outra.
  2. Nível de dificuldade: algumas artesãs vão ter menos dificuldades em fazer a mesma peça do que outras.
  3. A qualidade do acabamento: algumas artesãs, por terem mais conhecimento de técnicas, por ter se especializado mais, poderá fazer um trabalho com bem mais qualidade no acabamento e ter menos trabalho com isso.
  4. Propriedade intelectual: a artesã poderá levar, também em consideração, a criatividade de ter elaborado a arte, de agregar valor a criação da ideia. Esse item em especial poderá ter uma variação muito grande no reconhecimento do seu valor.

Todos esses pontos citados variam muito, pois cada artesã tem sua forma de pensar, tem seu estilo, sua situação perante ao trabalho, umas fazem por hobby, outras por necessidade, outras para implementar o orçamento. Enfim, um universo de situações que serão levados em consideração para pôr o preço final no seu trabalho.

[the_ad id=”29186″]

Podemos levar em consideração também, os preços aplicados no mercado. Sempre é bom pesquisar os trabalhos disponíveis a venda nas lojas, na internet, analisar a qualidade, o acabamento, o material utilizado e com isso se basear para aplicar o preço na sua peça.

Contudo, considerando o que foi apresentado acima, nós da Feltro Fácil, sugerimos levar, inicialmente, alguns pontos em consideração para determinar o preço do trabalho, pois, esses pontos são possíveis de serem calculados.

Usaremos a peça da Nossa Senhora Aparecida, de 33 centímetros de altura, como base de cálculo de custo para determinar um valor de venda:

alt="cálculo-de-custo"
Nossa Senhora Aparecida

Primeiramente vamos calcular a quantidade de material gasto:

Feltro Santa Fé Azul Marinho: 10 cm²

Feltro Santa Fé Amarelo: 3 cm²

Feltro Santa Fé Preto: 12 cm²

Feltro Santa Fé Gelo: 27 cm²

Feltro Santa Fé Marrom: 36 cm²

Fibra Siliconada Santa Fé: 50 g

Meias Pérolas Preta: 2

Mini Rosário: 1

Rendinha: 50 cm

Linha da Costura Normal: 5% de um retrós de linha.

Bandeirinhas do Brasil: 2

Arame Para Armação da Coroa: 30 cm

Depois de feito o levantamento do material utilizado na produção da peça, vamos agora fazer o cálculo de custo do material. Primeiramente vamos somar a quantidade de feltro santa fé gastos e multiplicar pelo preço do metro quadrado. Vamos determinar o valor do metro quadrado do feltro a R$ 10,00, para facilitar a conta.

Somando a quantidade (cm²) de Feltro: 10+3+12+27+36= 88 cm² ou 0,88 m².

Multiplicando pelo preço médio: 0,88×10,00= R$ 8,00 (oito reais de feltro).

Calculamos agora o custo da Fibra Siliconada. Vamos determinar o valor de R$ 20,00 um quilo de fibra siliconada.

A quantidade de fibra siliconada foi de 50 gramas ou 0,05 quilos.

Multiplicando pelo preço médio: 0,05 x 20,00= R$ 1,00 (um real em fibra siliconada).

Calculamos agora a rendinha. Vamos determinar o metro da renda por R$ 0,50 (cinquenta centavos o metro).

A quantidade de renda gasta foi 50 centímetros ou 0,50 metros.

Multiplicando pelo preço médio: 0,50 x 0,50= R$ 0,25 (vinte cinco centavos de renda).

Mini Rosário custa R$ 0,75 (setenta e cinco centavos o rosário)

Os demais itens (meias pérolas, bandeirinhas, linhas de costura e arame) por serem muito baratos e usados em quantia muito pequena, vamos atribuir um valor médio de R$ 0,50 de gastos com esses itens.

Com todos os valores levantados basta agora fazer a soma:

Feltro Santa Fé: R$ 8,00

Fibra Siliconada: R$ 1,00

Renda: R$ 0,25

Mini Rosário: R$ 0,75

Demais Itens: R$ 0,50

TOTAL= R$ 10,50 (de gastos com materiais)

Agora vamos fazer o cálculo de custo da mão de obra. Sabemos que o trabalho de uma artesã é um trabalho qualificado, e que varia muito de região para região do país, porem para facilitar nosso cálculo, vamos usar como referência um salário mínimo. Atualmente o valor do salário mínimo é de R$ 937,00. Vamos calcular um dia de trabalho para quem ganha esse valor:

Salário= R$ 937,00
Dias no mês= 30

Dividimos o salário pelos dias do mês;

alt="cálculo de custo"
Calculo Dia de Trabalho

Valor do dia de trabalho= R$ 31,23

Foi gasto um dia de trabalho para fazer a peça da Nossa Senhora Aparecida. Logo foi gasto em mão de obra R$ 31,23 (trinta e um reais e vinte três centavos).

Somando o material gasto mais a mão de obra:

Total gasto com material= R$ 10,50

Total gasto em mão de obra= R$ 31,23

Custo bruto para produção da peça= R$ 41,73.

 

Sobre esse valor deve ser acrescentado um percentual de lucro que varia entre 50 a 60%.

alt="calculo do lucro"
Cálculo do Lucro

Custo de produção = R$ 41,73

Porcentagem de lucro = 50%

Lucro = R$ 20,86

Preço de venda = R$ 62,59

Arredondando = R$ R$ 62,50

Uma peça como essa no mercado varia entre R$ 65,00 a R$ 80,00.

Todo esse cálculo apresentado é referente ao cálculo que a Feltro Fácil faz com relação ao seu trabalho. Tem muitos outros artigos na internet explicando sobre esse mesmo tema com metodologias de cálculos diferentes. O embasamento do cálculo depende de uma infinidade de fatores, como foram citados anteriormente, por isso dizer qual método de cálculo está correto é uma tarefa bastante difícil.

Espero ter ajudado sobre esse tema, e que essas dicas sirvam para ajudar as artesãs na hora de vender seus trabalhos.

Atenciosamente

Wilson Gonçalves Lopes –  Diretor Técnico.

Em nosso canal do youtube você encontra o vídeo desse tutorial, basta acessar www.youtube.com/c/feltrofacil .

Atenciosamente

Wilson Gonçalves Lopes –  Diretor Técnico da Feltro Fácil.

DEIXE UMA RESPOSTA